Grupo e Estudo formado por :

  Alessandro Antonio Brito

  Ernesto Bedrikow

  Roberto Perillo

  Simone Previatti

 

 Para ingressar no grupo escreva para spin@spinsp.org.br

 

Fórum em UML : UML-BR

 

http://br.groups.yahoo.com/group/UML-BR/

 

 

Material

 

Especificação de Infra-Estrutura da Linguagem - PDF(1,6 Mb)

 

Introduction - PDF(2,3 Mb)

 

The Future of Use Cases

 

Process Impact

 

Apostila de UML 2.0

 

 

 

Links

 

   Object Management Group  

 

 

 

      UML- MODELAGEM DE SISTEMAS USANDO UML 

                         

 UNIFIED MODELING LANGUAGE

Uma metodologia de desenvolvimento de software  é em geral baseada no ciclo de vida de desenvolvimento de sistema e esta composta por um conjunto de estágios de desenvolvimento. A metodologia descreve quais são os trabalhos a serem desenvolvidos em cada estágio, documentos necessários para a entrada em cada estágio e quais são os documentos produzidos por cada estágio basicamente a metodologia define um plano para a produção de um sistema.

 

A CONSTRUÇÃO DE SISTEMAS GRANDES  E COMPLEXOS É UM TRABALHO LONGO E COMPLICADO ENVOLVENDO O DESENVOLVIMENTO DE VÁRIOS SERVIÇOS A MAIORIA INTERDEPENDENTES. USANDO UMA METODOLOGIA É POSSÍVEL GERENCIAR O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA PERMITINDO O PLANEJAMENTO CONTROLE MONITORAÇÃO DO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA.

 

 

A Unified Modeling Language (UML) é uma linguagem de modelagem não proprietária de terceira geração. A UML não é uma metodologia de desenvolvimento, o que significa que ela não diz para você o que fazer primeiro e em seguida ou como projetar seu sistema, mas ela lhe auxilia a visualizar seu desenho e a comunicação entre objetos.

Basicamente, a UML permite que desenvolvedores visualizem os produtos de seu trabalho em diagramas padronizados. Junto com uma notação gráfica, a UML também especifica significados, isto é, semântica. É uma notação independente de processos, embora o RUP (Rational Unified Process) tenha sido especificamente desenvolvido utilizando a UML.

É importante distinguir entre um modelo UML e um diagrama (ou conjunto de diagramas) de UML----o último é uma representação gráfica da informação do primeiro, mas o primeiro pode existir independentemente. O XMI (XML Metadata Interchange) na sua versão corrente disponibiliza troca de modelos mas não de diagramas

Objetivos da UML

A UML (Unified Modeling Language) é uma linguagem para especificação, documentação, visualização e desenvolvimento de sistemas orientados a objetos. Sintetiza os principais métodos existentes, sendo considerada uma das linguagens mais expressivas para modelagem de sistemas orientados a objetos. Por meio de seus diagramas é possível representar sistemas de softwares sob diversas perspectivas de visualização. Facilita a comunicação de todas as pessoas envolvidas no processo de desenvolvimento de um sistema - gerentes, coordenadores, analistas, designers e desenvolvedores - por apresentar um vocabulário de fácil entendimento.

História

A UML tem origem na compilação das "melhores práticas de engenharia" que provaram ter sucesso na modelagem de sistemas grandes e complexos. Sucedeu aos conceitos de Booch, OMT (Rumbaugh) e OOSE (Jacobson) fundindo-os numa única linguagem de modelagem comum e largamente utilizada. A UML pretende ser a linguagem de modelagem padrão para modelar sistemas concorrentes e distribuídos.

A UML ainda não é um padrão da indústria, mas esse objetivo está a tomar forma sob os auspícios do Object Management Group (OMG). O OMG pediu informação acerca de metodologias orientadas a objetos que pudessem criar uma linguagem rigorosa de modelação de software. Muitos líderes da indústria responderam na esperança de ajudar a criar o padrão.

Os esforços para a criação da UML tiveram início em outubro de 1994, quando Rumbaugh se juntou a Booch na Rational. Com o objetivo de unificar os métodos Booch e OMT, decorrido um ano de trabalho, foi lançado, em outubro de 1995, o esboço da versão 0.8 do Método Unificado (como era conhecido). Nesta mesma época, Jacobson se associou à Rational e o escopo do projeto da UML foi expandido para incorporar o método OOSE. Nasceu então, em junho de 1996, a versão 0.9 da UML.